Quem Somos

Levada por pessoas queridas a participar de um dos primeiros Festivais do VALE do CAFÉ, tenho voltado sempre à região, ao longo de todo o ano, encantada com a gente maravilhosa e amiga, cenários de sonho, natureza privilegiada mostrando-se em toda a sua pujança e riqueza nos contornos aveludados das montanhas entrecortadas por rios caprichosos volteando em surpreendentes direções dando lugar a uma vegetação especialíssima, clima fantástico, considerado um dos melhores do mundo e a surpresa que , tenho certeza, foi a dos primeiros viajantes a descortinar esses caminhos a pé, trazendo sua carga no lombo de jumentos e mulas ou a cavalo talvez, sentindo o ar perfumado a penetrar os pulmões e a cor deslumbrante que tinge tudo com matizes diferenciados e inusitados levando você a se aprofundar vales adentro e a querer mais e sempre mais , indo como que de volta a algum lugar muito familiar, ao seio das coisas, ao âmago, ao mais profundo da alma, movido pela curiosidade, aliás sempre satisfeita, em busca de novidades e descobertas fascinantes que fazem entender porque as pessoas lá se fixaram para o cultivo das roças, dos pastos, dos campos infinitamente estendidos para além de cada morro, de cada colina, num incansável desdobrar de possibilidades e riquezas...alimentando a alma...criando cultura. Compreende-se a volúpia e a pujança dessa cultura que foi se tecendo a fios de ouro, fios d’água, ao sabor de fogões fumegando nos tachos de ferro e cobre prometedores, acolhedores fogões à lenha cozinhando a prosa ao cheiro do café e tecendo/escrevendo os longos causos inesquecíveis, tradição brasileira de raiz, levando distante e trazendo para perto numa peregrinação espiritual, indo e vindo em procissão, em cortejo... a enormidade de riquezas desse Brasil adentro que lá se mostra em toda a sua deslumbrante ingenuidade e pureza, alegria e disponibilidade, pronto para ser colhido e catado e desfiado e descoberto na sua essência verdadeira....pois assim é... ESPÍRITO DO VALE.